Europa – dia 08 – Bate-volta a Pisa

Apesar de termos reservado apenas 3 dias (corridos) da viagem para Florença (e eu quase cometo o grave erro de deixá-la de fora), ainda assim resolvemos usar um deles pra fazer um bate-volta. Florença oferece algumas oportunidades de bate-volta, como Siena, San Gimignano ou Assis, mas acabamos optando pelo mais icônico deles (e mais simples, na minha opinião): Pisa.

Pisa
Pisa


O que eu ainda não tinha decidido era a forma de chegar a Pisa, que são basicamente duas: trem rápido até Pisa Centrale + Ônibus, ou trem regional até Pisa San Rossore + caminhada de 5 minutos. Apesar de ter ficado com impressão de que a maioria dos turistas usa a primeira opção, decidimos pela segunda, que pelos horários dos trens daria no mesmo e seria mais simples. Dica valiosa do Viaje na Viagem.

O único senão de descer em San Rossore é que o caminho até a torre não é dos mais amigáveis: havia uma turma de imigrantes/ambulantes (falo mais deles em outro post) mal encarados “conferindo” todo mundo que passava. Mas assim que você chega à praça onde fica a torre fica tudo tranquilo novamente.

A segunda coisa que mais chama a sua atenção assim que se chega ao local (a primeira é obviamente a torre inclinada) é a quantidade de pessoas fazendo poses bizarras, quase enfileiradas. Todo mundo tentando fazer aquela clássica foto “segurando” a Torre de Pisa, e pra isso vale se abaixar, subir nas muretinhas de proteção da praça, o que for. A gente já tava quase indo embora e ainda tinha um cara tentando acertar a foto dele (sim, nós tiramos uma. Não, eu não vou postar aqui).

Pisa
Pisa

Pisa - poses bizzaras
Pisa – poses bizzaras

Pisa - poses bizzaras
Pisa – poses bizzaras

Torre de Pisa
Torre de Pisa

Torre de Pisa
Torre de Pisa

 No mais, o que tem pra fazer ali é contemplar o conjunto arquitetônico, que inclui uma catedral e um batistério, ler sobre a história da construção da torre, exibida em painéis explicativos, que começou no século XII e só terminou uns 200 anos depois, após algumas interrupções, e comprar souvenirs nas várias barraquinhas que margeiam a praça. Por fim, é possível subir na torre, pagando ingresso, mas não me interessei por isso porque de lá não dá pra ver… a torre de Pisa!

Acabada a visita, voltamos para a estação San Rossore, que estava completamente deserta. E quando eu digo deserta, quero dizer que não tinha nem passageiros, nem funcionários. Tivemos que comprar nossas passagens nas maquininhas de auto-atendimento e então aguardar o trem. Faltando uns 2 minutos pro horário descobrimos que estávamos na plataforma errada (4, em vez de 4A), o que fez a gente sair correndo pelas escadas atrás da plataforma certa (que não era a do lado, claro) e quase perder o bendito.

Aliás, o “bendito” era o trem mais velho que eu já vi na minha vida (e eu já viajei algumas vezes na linha que vai de São Luís a Parauapebas-PA), composto de apenas um mísero e sujo vagão. Nos entreolhamos desconfiados e entramos na “composição”. Chegando em Pisa Centrale, o trem parou e o maquinista simplesmente desceu e foi embora, mas antes avisou a gente que era preciso pegar outro trem até Florença (provavelmente porque aquela carroça não tinha condições de nos levar a lugar nenhum, pensei). Foi o que fizemos, e deu certo 🙂

Na saída da estação ferroviária Santa Maria Novella, aproveitamos pra conhecer a praça e igreja de mesmo nome, que era um dos lugares que faltava da nossa lista na cidade. Missão cumprida, seguimos o mesmo ritual do dia anterior, de ir ao hotel tomar um banho, trocar de roupa e sair pra comer uma massa e tomar um vinho tinto, antes de encerrar a noite.

Santa Maria Novella - Florença
Santa Maria Novella – Florença

No próximo post eu conto como foi nosso último dia em Florença e a ida para Veneza!
Até.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s