Parnaíba-PI

Fiz essa viagem no reveillon 2010/2011, mas só agora terminei de editar as fotos. Não que fossem muitas, eu é que demorei a fazer mesmo. Atrasado ou não, seguem minhas impressões sobre o lugar.

praia da Pedra do Sal

Junto com os Lençóis Maranhenses (de um lado) e Jericoacoara (do outro), o Delta do Parnaíba completa a chamada Rota das Emoções (é, na verdade, o meio do caminho). É muito comum em qualquer dos três lugares você encontrar pacotes – os melhores são off-road – para os outros dois. O Delta era também o único dos três que eu ainda não conhecia.

Saindo de Fortaleza, basta percorrer toda a extensão da CE-085 (rota do sol poente, ou estruturante), em excelentes condições sempre que usei, e você chegará à divisa do Ceará com o Piauí. À partir daí é preciso perguntar pra uma ou duas pessoas que estrada pegar, porque as placas de sinalização (e depois até as faixas da pista) somem, embora o asfalto continue muito bom. Todo o trajeto tem cerca de 480km, e não, o google maps não sabe fazer o caminho direito.

Primeira impressão? Existem algumas opções melhores que Parnaíba nesse mesmo trajeto, bem mais perto de Fortaleza. Pra quê então percorrer os 480km? Só se você estiver curioso pra conhecer mesmo ou se seu destino final forem os Lençóis Maranhenses.

As belezas naturais estão lá, sim. As praias são bonitas e o Delta é imponente, embora a gente não consiga ter muito essa noção de grandeza sem uma visão aérea do lugar (que às vezes é possível num voo Fortaleza – São Luís).

praia da Pedra do Sal

O problema é que o serviços costumam ser muito ruins (como num certo estado mais pobre do país), e às vezes é pior ter estrutura ruim do que não ter estrutura. Não ter estrutura, ou tê-la mínima, dá um certo ar de pureza a um lugar “ecoturístico”. Transformá-lo em piscinão de Ramos é o pior dos cenários, no entanto. As fotos abaixo foram feitas na praia da Pedra do Sal.

praia da Pedra do Sal

praia da Pedra do Sal

praia da Pedra do Sal

praia da Pedra do Sal

Felizmente contávamos com a hospitalidade de moradores da cidade, esses sim sempre acolhedores e prestativos, a ponto de nos ajudar a conseguir um passeio pro Delta em pleno 1º de janeiro. O passeio é feito de barco e vai até onde o rio se encontra com o mar, fazendo uma das paradas em uma espécie de banco de areia onde de um lado é rio e do outro oceano atlântico.

o comandante

no caminho do Delta

O interessante do passeio, além das belezas naturais, é o fato de haver refeições inclusas, que são preparadas  e servidas no próprio barco. São necessárias porque o passeio dura o dia todo e lá no meio do Delta você não espera encontrar uma praça de alimentação, concorda?

restos mortais dos caranguejos

a arma do crime

Se você der uma olhada no mapa do Piauí, verá que ele foi extremamente sacaneado por seus vizinhos, que o deixaram praticamente sem litoral*. Pra se ter uma ideia, 60% do Delta do Parnaíba na verdade pertencem… ao Maranhão! A “vantagem” disso é que você pode percorrer todo o litoral do estado rapidamente, que tem só 66km. Aí você vai poder dizer por aí que conhece TODO o litoral de um estado brasileiro.

* Essa afirmação não tem validade histórico/científica 🙂

Anúncios

2 comentários sobre “Parnaíba-PI

  1. Valéria disse:

    Oi Ronaldo!
    Fotos dignas de cartão postal!
    Não gosto muito de viajar para o litoral, mas essas praias que ainda não foram invadidas pelo turismo que ainda mantêm muito dos nativos, uma certa pureza, merecem esse longo deslocamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s