Giusti Tur – Parte I

Eu realmente gosto de viajar, e como todo aquele que é mais viajante que turista, não gosto nada de pacotões. Assim, seja pra conhecer uma praia a 80km de onde moro ou um país em cuja língua não saiba nem dizer “por favor”, gosto de fazer tudo (ou quase) por minha conta.

Minha viagem sempre começa antes de eu sair de casa. Pesquiso voos, hospedagem, lugares pra conhecer, formas de transporte e costumes locais pra não ser muito surpreendido, já que não vou estar a disposição de um guia da CVC que me dirá tudo o que fazer.

Cair em uma ou outra cilada pode ser um preço a pagar por essa liberdade. A última foi visitar um pronto-socorro público na periferia de Santiago após um pequeno acidente de taxi. Problema resolvido, salvaram-se todos e a viagem foi MUITO boa. Pode perguntar para as duas exigentes mulheres que me acompanharam 😉

Graças à internet e aos blogs, nós, Viajantes Independentes S.A temos um poderoso aparato pra dar suporte a nossas decisões de viagem, do início ao fim. Com o tempo fui meio que desenvolvendo um modus operandi para planejamento de viagens. Meu workflow seria mais ou menos o seguinte, após escolher o destino:

1. Verificar passagens (ou meio de transporte)
2. Estudar cidade pra conhecer sua estrutura
3. hospedagem
4. Estudar cidade pra conhecer atrações
5. Transportes
6. Passeios
7. Imprimir um rascunho de roteiro e/ou mapas
8. Embarcar!

No próximo post vou detalhar cada uma dessas etapas com links para os sites que costumo consultar. Até.

leia aqui a segunda parte do post

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s