detalhe Sagrada Familia

Barcelona – Sagrada Família e Park Güell

Esse dia foi um dos que eu mais esperava na viagem, o ingresso foi comprado com antecedência pela internet (para evitar as filas, antes de tudo) e eu já tinha lido e visto muitas fotos do lugar. Ainda assim, a visão **insira aqui adjetivos clichês de sua preferência** de dentro da Sagrada Família superou minhas expectativas.

É uma construção com tantos detalhes que eu acho que tinha que passar uma semana ali dentro pra absorver tudo. Os vitrais, e os efeitos que a luz refletida neles causam no ambiente, são os mais legais que eu já vi em uma igreja. Aliás, às vezes dá pra esquecer que é uma igreja, às vezes parece mais uma instalação de arte. Infelizmente, a objetiva que eu carrego na minha máquina fotográfica não é grande-angular, e, no momento, eu não tinha outra, o que me fez ter muita dificuldade em registrar o lugar como eu queria registrar. Paciência.

Continuar lendo

Las Ramblas Barcelona

Barcelona – Las Ramblas

Na montagem dos roteiros de Barcelona eu preferi não inventar a roda, e me “inspirei fortemente” nos detalhados (e numerosos) roteiros publicados no site Passporte BCN. Não vale nem a pena perder seu tempo tentando montar algo que não esteja lá. Eles “zeraram” Barcelona. Está TUDO lá, passo-a-passo! No máximo você faz adaptações aos seus horários e preferências pessoais e/ou do grupo que está com você. Foi o que eu fiz.

Feita a publicidade gratuita (mas justa), continuemos. Nesse que era o segundo dia em Barna, pretendíamos fazer o roteiro das Ramblas num turno, e o do Bairro Gótico no outro, mas faltou disposição pra esse último. Antes de tudo isso, porém, deixei o pessoal no aquário da cidade, que fica numa charmosa região composta por uma marina e pela chamada Rambla de Mar, que é uma espécie de ponte entre um complexo de lojas e restaurantes, o próprio aquário e Las Ramblas propriamente ditas, no centrão. Deixei o pessoal no aquário e aproveitei esse tempo para fotografar o entorno, muito bem aproveitado pelos jovens, que se esparramavam pela área pra tomar sol e jogar conversa fora. O clima parecia perfeito pra isso: sol e temperatura agradável de início de primavera. Continuar lendo

Kinder ovo Barcelona

Barcelona – uma boa primeira impressão

Eu sei, eu sou um cara cheio de preconceitos, e ainda por cima ufanista (não tem a ver com ETs. Joga no Google). Isso me faz alimentar um monte de rixas e bairrismos com países e povos, tipo argentinos e portugueses (tem motivo, sim :-)). Já com a Espanha minha antipatia era mais recente, muito por causa da onda de deportações de brasileiros no aeroporto de Barajas por motivos no mínimo questionáveis (às vezes, sem motivo mesmo). Me julguem, eu sou um fã da reciprocidade diplomática e vibrei quando barramos alguns espanhóis aqui pra dar exemplo.

Todo esse parágrafo introdutório pra dizer que já saí de Paris de nariz torcido rumo a terra do Alonso (viu? Tem motivo!), apesar de o nosso primeiro destino ser a única cidade espanhola que eu tinha vontade de conhecer: Barcelona. Deve ser porque eles querem se separar😉

O imaginário que eu sempre cultivei em relação a países como Itália e Espanha, muito por causa das fotos, eu acho, foi de lugares alegres e invariavelmente ensolarados. Pois foi exatamente assim que nos recebeu Barcelona, e a segunda coisa que percebi foi um clima de cidade praiana com que imediatamente me identifiquei. Pronto, já gostei (mas ainda me prometendo odiar Madri :-P).

Continuar lendo

9857f-img_4443

Europa 2014 – Paris, um roteiro óbvio (mas essencial)

Se, por algum motivo maluco, você tiver apenas 1 dia em Paris, o que é um absurdo se for a sua primeira vez na capital francesa, talvez o roteiro a seguir seja o mais indicado para conhecer o essencial, o filé, da cidade. Há que se ter muita disposição pra cumprir ele todo e ainda assim vai faltar muita coisa, mas como nos apareceu um espetacular dia de primavera pela frente, encaramos.

Nosso roteiro começou próximo da estação Châtelet, do lado do nosso apartamento alugado em Paris. Caminhamos até a outra margem do Sena, passando pela Conciergerie para comprar nosso Paris Museum Pass, do qual já falei laaaá em 2010. Atravessamos a Île de la Cité em direção à ultra-famosa Catedral de Notre Dame. Ao contrário da primeira vez, agora entramos na nela, e achei mais bonita do que por fora (nunca achei lá muita graça nela por fora, pra falar a verdade). Gostaria de ter subido na torre, mas como a fila era muito grande decidimos seguir em frente.
Continuar lendo